Make your own free website on Tripod.com

MINOTAURO  

A pedido de Minos, Posídon fez sair do mar um maravilhoso touro branco. O rei Minos, impressionado com sua beleza, não quis sacrificar o animal em homenagem ao deus conforme havia prometido e  imolou outro touro, de menor beleza e menor valor em seu lugar. Posídon, irado, vingou-se fazendo com que Pasífae, esposa de Minos, fosse tomada por violento desejo pelo animal. Sem saber com satisfazer sua bizarra paixão, a rainha recorreu a Dédado, renomado arquiteto e engenhoso construtor. Esse então idealizou e construiu uma vaca de madeira onde Pasífae, ao se introduzir pode finalmente se unir ao touro branco. Desse encontro nasceu Astério, mais conhecido como Minotauro, monstro com cabeça de touro e corpo de homem que se alimentava somente de carne humana. Minos, furioso com a traição, ordenou a Dédalo que providenciasse um esconderijo para tão hedionda criatura e por esse motivo, foi construído o labirinto onde centenas de caminhos se cruzavam sem saída, onde o  
Minotauro então foi aprisionado.

 

 Entretanto, Androgeu, filho de rei Minos e de Pasífae, morreu, vítima do despeito dos atenienses após ter vencido os Jogos Panatenienses e o rei de Creta declarou guerra a Atenas para vingar seu sangue. Tomada Atenas, Minos impôs ao perdedores um tributo periódico de 7 moças e 7 rapazes para serem enviados ao labirinto como alimento ao Minotauro. O tributo já fora pago três vezes quando Teseu se prontificou a seguir para Creta entre os jovens a fim de salvar sua pátria. Lá chegando conheceu Ariadne, filha do rei e irmã de Androgeu, que se apaixonou pelo herói. Esta lhe entregou um novelo de linha cujo auxílio pode entrar no labirinto sem se perder e matar o Minotauro.

voltar