Make your own free website on Tripod.com

Símbolos Olímpicos

"Citius, Altius, Fortius", que significa "Mais rápido, mais alto, mais forte".
Palavras utilizadas primeiro pelo pedagogo Father Didon, amigo de Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos modernos. Em 1920, este adoptou-as como lema dos Jogos.
Símbolo Olímpico: Cinco anéis interligados, representando a união dos 5 maiores continentes e a reunião de atletas de todo o mundo nos Jogos. Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos modernos, ajudou a desenhar este símbolo. 
 
Medalhas Olímpicas: Têm pelo menos 60mm de diâmetro e no mínimo 3mm de espessura. A medalha de prata deve ser feita com 92.5% de prata pura. A medalha de ouro tem de ter pelo menos 6gr de nobre metal. O desenho das medalhas é da responsabilidade do Comité Organizativo da Cidade onde decorrem os Jogos.
 
Tocha Olímpica: Oriunda dos Jogos Gregos, que usavam uma tocha acesa pelos raios do sol em Olímpia, local dos Jogos originais. Este conceito foi ressuscitado em 1936 e manteve-se como uma tradição Olímpica.
 
Hino: Tocado quando a bandeira olímpica é hasteada. A música foi composta por Spirou Samara. As palavras foram criadas por Costis Palamas. O Hino foi composto para os primeiros Jogos Olímpicos Modernos, em Atenas, 1896. 
 
Mascotes: Escolhidas pelo comité organizativo da cidade acolhedora. Em Atlanta, a mascote é Izzy, o boneco criado por computador. 
 
Bandeira Olímpica: Símbolo olímpico ao centro, fundo branco. Foi criada em 1914 pelo fundador dos Jogos Olímpicos modernos, Pierre de Coubertin. 
 
<<Voltar